primar

8 cuidados essenciais com saúde e segurança durante o inverno

Quem mora ou administra condomínios deve redobrar a atenção a alguns cuidados importantes que previnem situações indesejadas na estação mais fria do ano 

Saúde e segurança são temas em alta nos condomínios em qualquer época do ano, mas as preocupações tendem a aumentar com a chegada do inverno. Mais baixas, as temperaturas exigem cuidados para a prevenção de doenças. Além da cautela com o corpo, a atenção também deve ser redobrada com a infraestrutura das residências e do condomínio em geral. A utilização de alguns setores e equipamentos eleva a necessidade de zelo.

Para não entrar numa fria neste inverno, confira algumas dicas para não esquecer do que é mais importante para você e sua família nesta nova estação:

Saúde

Previna doenças respiratórias

Quem tem bronquite, rinite e asma pode vir a sofrer um pouco mais no inverno. Com a tendência de a casa permanecer mais tempo fechada devido ao frio, aumenta a necessidade dos cuidados com a limpeza. O pó é um grande vilão de quem sofre com essas doenças respiratórias. Portanto, limpe móveis e objetos, preferencialmente com o uso de panos úmidos. Procure evitar o espanador. O aspirador de pó vai bem em cômodos com tapetes ou carpetes.

É importante lembrar que o mundo vive um período de pandemia. Caso as áreas comuns do seu condomínio estejam abertas neste período para utilização, não deixe de usar a máscara e manter cautela no contato com outros moradores. O uso do álcool em gel também é indispensável antes de sair e ao chegar em casa, bem como os cuidados com a higiene e vestuário.

Mantenha-se hidratado

Baixas temperaturas levam a uma tendência natural de se beber menos água. É comum que as pessoas deem preferência às chamadas bebidas quentes. Porém, hidratar-se no inverno é essencial. A água mantém o bom funcionamento do organismo, evitando várias doenças. Também ajuda na digestão e mantém a pele hidratada, já que com o frio é comum o ressecamento. A quantidade recomendada por médicos é a mesma de outros períodos do ano: beba entre 1,5 e 2 litros de água por dia.

Prepare os agasalhos e roupas de cama

Geralmente as roupas de frio, como jaquetas e blusas, permanecem guardadas durante a maior parte do ano. A aproximação do inverno exige a retirada destes vestuários dos armários. Mesmo que estejam aparentemente limpas, as roupas devem ser lavadas para a remoção de resíduos que possam causar alergias ou complicar quadros de asma, bronquite ou rinite. O mesmo deve ser feito com as roupas de cama.

Deixe o ar entrar

O frio faz com que as janelas sejam mantidas fechadas e o ar-condicionado fique mais tempo ligado. Essa combinação pode realmente trazer mais conforto nos dias de inverno, mas também podem piorar a situação de quem tem doenças respiratórias ou alergias. Ao menos uma vez por dia abra por alguns minutos as janelas de cada cômodo para evitar a permanência no ambiente de micro-organismos nocivos à saúde.

Outro cuidado importante: evite sair de um ambiente muito fechado com temperaturas mais elevadas, principalmente se estiver exposto a ar-condicionado, diretamente para ambientes externos onde predomina o frio. Esse procedimento ajuda a prevenir gripes e resfriados.

Segurança

Manutenção dos aquecedores a gás

O monóxido de carbono é um gás tóxico e a exposição ao mesmo pode levar a graves complicações, inclusive à morte. O fato de ser um produto inodoro aumenta o risco. É muito comum o aumento do uso de aquecedores a gás com a chegada do inverno. Lembre-se de verificar as condições do seu aquecedor com um técnico especialista e confira com o condomínio se há alguma manutenção na rotina prevista.

O ideal é verificar as condições relacionadas ao uso do gás em todo o condomínio, não apenas dentro das residências. As tubulações também devem ser revistas no caso de quem usa chuveiros aquecidos a gás.

Manutenção do ar-condicionado

Você sabia que a falta da manutenção do ar-condicionado também pode facilitar a proliferação de micro-organismos e doenças respiratórias? O aparelho, além de aquecer o ambiente, ajuda a filtrar bactérias e resíduos de sujeira que estão no ar. No entanto, o uso prolongado em épocas mais quentes deixa o filtro sujo, o que exige a limpeza ou troca.

Nesse caso, também é importante contar com um técnico para verificar os componentes que garantem o bom funcionamento do aparelho. A manutenção previne problemas no ar-condicionado que podem comprometer não apenas o próprio equipamento, mas a segurança em geral, uma vez que está ligado à rede elétrica. Para sua segurança, evite fazer a manutenção por conta própria.

Cuidados com a rede elétrica

Síndicos e condôminos devem estar atentos também, com a vinda do inverno, aos cuidados que envolvem a rede elétrica. No caso de quem usa chuveiro elétrico, nesse período a tendência é usar o aparelho ligado justamente na posição inverno. Isso aumenta o consumo de energia, sendo fundamental a manutenção e verificação da fiação. O mesmo cuidado se estende com a utilização de aquecedores elétricos.

Com a pandemia do coronavírus as pessoas têm permanecido mais em casa, inclusive muitas estão trabalhando em home office. Mais pessoas em casa tende a aumentar o uso de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos, o que exige mais da rede elétrica. Além da manutenção com as instalações das fiações e tomadas, evite ligar muitos aparelhos numa única tomada com o uso de T ou benjamins. A segurança nesse caso envolve cuidados de fora para dentro e de dentro para fora. Faça a sua parte!

Piscina também exige atenção no inverno

Dias frios não representam esquecer os cuidados com a piscina do condomínio. É fundamental manter a piscina coberta para evitar acidentes, em especial com crianças ou animais que podem cair na água. Além disso, cobrir a piscina também mantém o nível de água equilibrado, se a mesma estiver em ambiente aberto, e evita que transborde causando prejuízos na estrutura do condomínio.

A cobertura também evita que caiam insetos, folhas e outros resíduos ou objetos na piscina. É ideal, ainda, a limpeza semanal para evitar o aparecimento de algas e a proliferação de bactérias. Filtrar e manter o nível correto de cloro na água é um procedimento indispensável, além da limpeza das bordas que evita possíveis contaminações.

Vale destacar que, além destes cuidados, os itens para prevenção ao COVID-19 também devem ser mantidos. Relembre todos estes itens neste link e não deixe de lado a sua segurança e de seus vizinhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s